(11) 4249-0221 (11) 94797-6909

Reinserção do dependente químico no mercado de trabalho


Reinserção do dependente químico no mercado de trabalho

A questão da dependência química não é única e exclusivamente um problema individual, mas sim coletivo. Nesta publicação, você vera a importância da reinserção do dependente químico no mercado de trabalho.

No geral, as pessoas têm bastante descrédito e preconceito com relação a pessoas drogadas. Por outro lado, ninguém está livre de ter um viciado na família ou até mesmo de vir a se tornar um dependente químico.

De acordo com o Relatório Mundial sobre Drogas, a quantia de pessoas dependentes de drogas no mundo permanece estável. Sendo assim, esse é um problema constante que, mesmo com todo o empenho em busca de uma solução, está longe de ser resolvido.

Apelar para o mero punitivismo ou isolamento de pessoas que enfrentam essa doença não ajuda em nada. Ao contrário do que o senso comum prega, o vício não é uma questão de má índole, mas sim uma doença.

Não é por acaso que há desde pessoas paupérrimas até bilionários drogados. No entanto, sabemos muito bem que são as classes menos privilegiadas as que têm maior dificuldade de lidar com a situação pois o acesso a tratamentos é muito restrito.

Uma das formas de ressignificar o dia a dia de uma pessoa viciada é a reinserção do dependente químico no mercado de trabalho. Continue com a leitura e saiba o porquê.

A importância da reabilitação e reinserção do dependente químico na sociedade

Quem lida com um vício tem diversos desafios para superar. Eles vão desde problemas emocionais, até sequelas físicas.

Muitos vínculos de amizade, familiares e profissionais se tornam mais frágeis e podem ser desfeitos quando a pessoa está drogada. Em contrapartida, sem a colaboração de todos, a recuperação se torna ainda mais difícil.

Recuperar um drogado não se limita apenas à desintoxicação do organismo. É fundamental amenizar também os impactos psicológicos, emocionais e sociais dessa enfermidade.

Um dos eixos básicos para que isso ocorra está no apoio familiar. Boas relações com pessoas próximas e um ambiente saudável em casa estão entre os elementos fundamentais para que a reabilitação seja bem sucedida.

Além disso, o paciente também precisa ser reinserido na sociedade. Caso contrário, ele não terá motivação alguma para continuar sóbrio.

Quando uma pessoa está passando por momentos de fissura, ela é capaz de cometer crimes que jamais faria em seu estado normal. Todo o restante da sociedade pode sofrer com isso.

Portanto, é uma atitude inteligente investir no tratamento e na reinserção de dependentes químicos. Dessa forma, evitamos que comportamentos violentos acabem prejudicando quem não está diretamente relacionado com o drogado. 

Dificuldades no retorno do dependente químico ao mercado de trabalho

Como dito anteriormente, ainda há muito preconceito com relação a pessoas que tiveram problemas com drogas. Contudo, sentir-se útil e contribuir com o todo é uma das premissas mais importantes para que a reintegração seja feita com êxito.

O dependente químico já tem uma série de problemas pessoais e familiares atrelados a sua condição. Quando ele não é bem recebido em outros espaços, acabam surgindo barreiras que reduzem a sua motivação e o comprometimento com o tratamento.

A recuperação de uma pessoa viciada é uma conquista que contribui com o coletivo e não somente de forma individualizada. Por essa razão, é muito importante dar espaço para que pessoas que passaram pela reabilitação sejam admitidas e incentivadas a retornarem ao mercado de trabalho.

O dependente químico não representa uma ameaça. Muito pelo contrário! Ele é justamente uma pessoa que está em busca de uma nova chance para ressignificar o seu dia a dia e contribuir com a sociedade.

Oficinas laborais no controle de recaídas

Muitas comunidades terapêuticas e clínicas de recuperação oferecem terapias diferenciadas para que a dependência química seja tratada em todas as suas esferas. Isso inclui o trabalho realizado em oficinais laborais, nas quais os dependentes químicos podem inclusive aprender uma nova profissão.

Se você ou alguém do seu convívio está passando por esse problema, não hesite em procurar ajuda profissional especializada. Um bom projeto de recuperação personalizado é capaz de devolver a vontade de viver ao drogado e fazer com que ele tenha ânimo para permanecer limpo.

A reinserção do dependente químico no mercado de trabalho deve estar não somente nas políticas públicas, mas também figurar entre os compromissos de uma sociedade mais evoluída e consciente.

Entramos em contato

Blog

Qual a relação entre ansiedade e álcool?

Qual a relação entre ansiedade e álcool?

A relação ansiedade e álcool é uma relação que já vem sendo estudada a algum tempo. De um lado, temos um sentimento difícil de ser controlado,

Por que o álcool vicia?

Por que o álcool vicia?

Por que o álcool vicia? O álcool é uma substância psicotrópica que tem seu consumo aceito e incentivado pela sociedade, sendo a droga mais consum

Internação dependente químico plano de saúde

Internação dependente químico plano de saúde

Muitas pessoas sabem que para se tratar um dependente químico por plano de saúde, que traz diversos transtornos para a vida pessoal e profissional d

Ver mais
Aceitamos diversos planos de saúde consulte
Planos de saúde
Podemos Ajudar?