(11) 4249-0221 (11) 94797-6909

Por Que Drogas São Perigosas?


Por Que Drogas São Perigosas?

Por que drogas são perigosas? Os perigos que as drogas apresentam para a saúde tem sido motivo de longos e intensos debates. Discussões acerca da legalização das drogas no Brasil colidem com os danos que essas substâncias podem causar a saúde. Por outro lado, ativistas na área dizem que o consumo de drogas precisa ser visto para além dos riscos que elas apresentam. É preciso olhar para a relação que o sujeito tem com a droga e esta é sempre de ordem singular e complexa.

Mas, independente das opiniões e posicionamentos frente a legalização das drogas, uma coisa é certa: as drogas apresentam sim riscos a saúde do ser humano. Mas, por que as drogas são perigosas ? O que a ciência diz sobre isso? O perigo é temporário ou pode levar à morte? Para tentar clarear essa questão, serão apresentados a seguir alguns riscos que algumas drogas apresentam para o organismo humano. Riscos que são considerados pela ciência um verdadeiro perigo a vida do sujeito.

Perigos das anfetaminas e metanfetaminas

Por que drogas são perigosas? No caso das anfetaminas, elas  alteram radicalmente o metabolismo do indivíduo. Certo é que, todas as drogas alteram os sistemas do corpo humano. Mas, as anfetaminas mudam tanto que foram até erradicadas da receita médica. Antes dos anos 1970, as anfetaminas eram utilizadas para tratamento de asma, depressão e distúrbios na alimentação. Porém, observou-se que essas drogas causavam mais prejuízos do que benefícios a saúde.

Isso porque, as anfetaminas inibem o cansaço provocando insônia, tremores e palpitações que podem culminar em ataque cardíaco ou até derrame cerebral. Delírios paranóicos, psicose e depressão também podem surgir em decorrência do uso dessas drogas. As metanfetaminas são ainda mais perigosas pelo seu alto poder de dependência e graves danos. Elas podem fazer o usuário perder peso muito rápido, dissolver as mucosas da boca e do nariz e fazê-lo perder seus dentes.

Perigos do ópio e heroína

No caso de ópio e heroína por que drogas são perigosas ? A heroína é uma substância sintética, produzida a partir da morfina, que por sua vez, se constitui no principal componente do ópio tipo bruto. A heroína é altamente perigosa para o organismo humano, pois ela provoca grande euforia culminando na alteração e perturbação do sono. Além disso, se o usuário de drogas tiver uma overdose com a heroína, ele pode apresentar uma parada cardíaca severa.

Perigos da cocaína e do crack

A cocaína e o crack tem alto poder de causar dependência crônica, mas fora isso por que drogas são perigosas? No caso da cocaína, ela inibi automaticamente a fome e o cansaço assim que o indivíduo faz o primeiro uso. Isso acontece devido a sua capacidade de gerar intensa euforia no sujeito. Também acelera o pulso, contraem os vasos sanguíneos, aumentam a pressão arterial podendo levar à morte. O crack apenas intensifica esses sintomas. Uma única dose é muito mais letal.

Perigos do LSD

Por que drogas são perigosas no caso do LSD? Essa pergunta seria irônica para algumas pessoas dos anos 1960 e 1970. Isso porque, o LSD era muito usado pelos hippies como justificativa de expansão da mente. Entretanto, esse tipo de droga provoca prejuízos tão grandes que podem ser irreversíveis, principalmente para a saúde mental. O LSD provoca alucinações bem fortes que podem culminar numa psicose irreversível.

Perigos do álcool e nicotina

O álcool e nicotina apresentam perigo? Sim! E graves. O álcool é uma droga legalizada muito consumida pela população. Mas, apesar de ser legalizada ele não deixa de apresentar sérios riscos à saúde do ser humano. Com o consumo continuo, as drogas podem destruir os principais órgãos humanos, alterando metabolismo do organismo e afetando todos os sistemas do corpo. A nicotina presente nos cigarros podem gerar os mesmos efeitos porém o potencial de dependência é ainda maior.

Perigos da maconha

Por que drogas são perigosas quando se trata de maconha? A maconha é oriunda da planta Canabis, planta que é cientificamente comprovada como eficiente para tratamento da epilepsia. Contudo, a substância produzida dessa planta, a maconha, pode levar à redução da capacidade de aprendizagem e raciocínio levando a uma possível alteração do fluxo sanguíneo do cérebro. Isso ocorre devido ao elemento relaxante e analgésico presente na maconha.

Entramos em contato

Blog

Qual a relação entre ansiedade e álcool?

Qual a relação entre ansiedade e álcool?

A relação ansiedade e álcool é uma relação que já vem sendo estudada a algum tempo. De um lado, temos um sentimento difícil de ser controlado,

Por que o álcool vicia?

Por que o álcool vicia?

Por que o álcool vicia? O álcool é uma substância psicotrópica que tem seu consumo aceito e incentivado pela sociedade, sendo a droga mais consum

Internação dependente químico plano de saúde

Internação dependente químico plano de saúde

Muitas pessoas sabem que para se tratar um dependente químico por plano de saúde, que traz diversos transtornos para a vida pessoal e profissional d

Ver mais
Aceitamos diversos planos de saúde consulte
Planos de saúde
Podemos Ajudar?